Claque do Sporting demarca-se dos acontecimentos desta terça-feira e “lamenta profundamente” o ocorrido.





O Sporting e o futebol português viveram esta terça-feira um dos dias mais difíceis da sua história. Um grupo de cerca de 50 adeptos encapuzados entrou na Academia de Alcochete e agrediu equipa técnica, jogadores e elementos do staff leonino.




Foram detidos 21 adeptos do Sporting que pertenciam à claque Juventude Leonina, também conhecida como Juve Leo, mas a claque do Sporting demarcou-se de tais acontecimentos e lamentou tudo o que aconteceu.


“Tendo em conta os lamentáveis factos ocorridos na Academia do Sporting Clube de Portugal, vem a Juventude Leonina esclarecer o seguinte: A Juventude Leonina tem mais de 7 mil sócios. A Juventude Leonina lamenta profundamente o ocorrido e não se pode rever nos actos praticados contra o Sporting Clube de Portugal”, começou por escrever em comunicado.




“A Juventude Leonina é a claque mais antiga de Portugal e merece total respeito, não podemos também admitir os ataques que nos têm sido feitos lá porque aparece uma pessoa com a camisola da claque. A Juventude Leonina estará presente em grande força no Jamor para ajudar a conquistar a 17.ª Taça de Portugal”, lê-se ainda no comunicado da claque leonina.




nm